Tristeza

Tristeza

02 Adolescentes 0

As vezes você se sente muito triste? Se sim, é comum. Os hormônios fazem isso com a gente.

Se você for garota, veja as dicas para vocês.

É muito importante conversar com as pessoas sobre nossos problemas.

O motivo para isso é que os outros podem ver o problema de fora e ajudar a gente a perceber que as coisas não estão tão ruins.

Quando estamos tristes só conseguimos lembrar de coisas tristes e pensar num futuro triste.

Outras pessoas que não estão assim podem mostrar que há coisas boas na nossa vida e no nosso futuro.

Se estiver mesmo com um problemão, os outros podem também ter ideias diferentes sobre como resolvê-lo.

Pense bem. Não tem alguém em quem confia?

Pode ser um(a) amigo(a), ou mesmo um adulto, um professor legal, vizinha, mãe de um amigo… ou um parente.

Porém, note que é comum que seja mais difícil falar com alguém da sua família, então não se sinta culpado se for assim para você…

Se não der certo com quem escolheu, não desista até encontrar alguém! A maior parte das pessoas gosta de ajudar.

Existe um serviço de graça que têm voluntários muito bons que podem conversar com você, 24 h por dia sobre qualquer problema.

Você não tem que dizer quem é. Ligue 188 ou consulte www.cvv.org.br.

Lembre-se: seu cérebro ainda está “carregando”.

É normal que um adolescente não consiga ver resoluções para os seus problemas. Mas isso não quer dizer que saídas não existem!

Se estiver muito triste e for de noite, não se desespere.

A tristeza bate mais nessa hora mesmo, por causa do jeito que nosso corpo funciona.

Fale com alguém na hora. Saiba também que no dia seguinte tudo deve melhorar naturalmente.

Se der, fique bastente no sol.🌞 Luz do sol ajuda!

Veja esse video legal que explica mais sobre depressão.

É comum também que junto com a tristeza venha o isolamento e a ansiedade.

Sabe, muita gente fica deprê porque está só com sono. Pense se esse não é seu caso.

Para ter uma ideia sobre sintomas de depressão, responda esse questionário (não é diagnóstico! Se estiver preocupado sobre isso, converse com um profissional).

Agora que você já leu essas dicas responda a nossa enquete:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *