O que acontece no cérebro durante a adolescência

O que acontece no cérebro durante a adolescência

12 Adolescentes 4

No cérebro existem dois tipos principais de células.

Os neurônios (essas coisas em azul abaixo) são as células que identificam o que acontece dentro e fora do corpo e regulam nossos comportamentos.

Os neurônios têm vários “braços” que agem como cabos de internet.

Um braço especial, chamado axônio, manda informações para outros neurônios, que as recebem pelos “braços” chamados dendritos.

 

A seta vermelha indica a passagem de informações de um neurônio para outro.

Cada neurônio recebe informações de muitos neurônios e as transmite para diversos outros.

Essa comunicação é necessária porque o cérebro tem várias partes que são responsáveis por fazer coisas diferentes: perceber informações como sons, imagens, sensações, gerar pensamentos, lembrar das coisas…

Assim, neurônios de todas as regiões têm que se comunicar para que o cérebro consiga juntar todas as informações de dentro do corpo, dos nossos pensamentos e do mundo para produzir comportamentos adequados.

O cérebro tem outro tipo de células comuns, as células da Glia.

Elas protegem os neurônios, lhes fornecer nutrientes, oxigênio e removem “sujeira”.

Essas células também produzem uma substância branca tipo borracha (mielina) que recobre parte dos neurônios e cresce bastante na adolescência.

A mielina age como revestimento de cabos elétricos: faz as informações passarem mais rápido entre neurônios.

O cérebro também tem substância cinzenta, que é composta das partes de neurônios que não têm essa substância branca.

Acontece que, na adolescência, essa parte cinza do cérebro é reduzida, podada.

Essa poda é rápida e ocorre no começo da adolescência. Sobram somente as partes cinzas úteis para a vida adulta.

Já pensou? O cérebro meio que fica mais “oco”!!!

Isso gera parte da “bagunça” no comportamento de adolescentes.

O crescimento da mielina pode compensar isso porque faz os neurônios se comunicarem melhor.

Mas a quantidade de mielina aumenta beeeem lentamente.

E tem mais: as partes do cérebro que fazem a gente sentir emoções ficam super ativadas no começo da adolescência.

Isso faz com que a gente sinta emoções muito fortes, mas também sinta o maior tédio quando não tem nada acontecendo.

Só que as regiões do cérebro que controlam emoções e comportantos (que ficam atrás da testa) só ficam maduras quando ficamos adultos.

Por isso é que é SUPER difícil se comportar como os adultos querem. O cérebro está diferente, loadando.

A boa notícia é que quanto mais treinamos usar o cérebro, mais craque ele fica.

Esse vídeo explica mais sobre isso de uma forma interessante.

Deu para entender? Responda nossa enquete


 

4 comentários

  1. […] Saiba mais sobre isso na explicação sobre o cérebro do adolescente. […]

  2. […] Pensar/organizar toda hora cansa muito o cérebro adolescente… ele está em construção. […]

  3. […] Essa dificuldade é biológica! Tem a ver com seu cérebro ainda estar se formando. […]

  4. […] acontece porque as partes do cérebro que lidam com emoções estão meio […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *